quinta-feira, 22 de abril de 2010

POESIA NO AR

.
O SARAU DA COOPERIFA DE ONTEM FOI
A NOITE MAIS LINDA DE NOSSAS VIDAS
.
foto: Eduardo Toledo
Povo lindo, povo inteligente,
.
não há palavras que possam descrever o que foi o "poesia no ar" realizado ontem pela Cooperifa. Foi simplesmente uma noite maravilhosa na periferia de São Paulo, como há muito a gente sonha. Com há muito a gente luta.
Vieram gente de todas as cores, dores e lugares: crianças, adultos, jovens e idosos, a comunidade, vários coletivos de outras quebradas fortalecendo o movimento, e cada um com a sua mensagem, protesto e poesia, para que pudesse ser enviados via balão de gás (bixigas) para outros quintais.
Gente sorrindo, se abraçando, estava rolando uma puta energia nuclear, e nós estávamos tipo Urânio enriquecido com fins pacíficos, mas com o conhecimento pra fazer a bomba. Entendeu?
Dizem que tinha mais de 500 pessoas, eu duvido, não sei se é possível contar uma labareda. Sei que só de poetas tinha oitenta. Isso mesmo, oitenta poetas. Catarse!
Será que é mesmo possível um sarau de poesia reunir 500 pessoas em torno da poesia na periferia de São Paulo?
Muita gente torcendo por bala perdida e a gente soltando poesia no ar, por isso não saiu na Tv, não deu nos jornais, não foi capa de revista, por isso muita gente não viu, por isso muita gente não vai acreditar. A única má notícia é que a gente está gostando de ser feliz.
Pensado bem, se não estivesse lá, eu também não acreditaria, é alegria demais para essa gente que mora no subterrâneo da cidade. Né não?
.
Tem valido a pena estar vivo.
.
Queria ter dois coraçoes. Um para amar, o outro também.
.
Sergio Vaz
Vira-lata da literatura

10 comentários:

  1. A cada dia damos um grande salto e matamos mais um golias,a cooperifa nesta noite linda usou uma grande energia nuclear e mandou bombas de poesia no ar,tamo junto familia,muita luz e axé.

    Salve o povo,salve Cooperifa

    ResponderExcluir
  2. Poxa, Sérgio, acho que essa energia contagia à longa distância e por muito tempo, pois aqui, a uns 500 km e quase 20 horas depois, posso sentir a emoção que rolou e que você mais uma vez conseguiu traduzir em palavras.
    Abraços a todos os participantes dessa noite maravilhosa e a você, Poeta Vaz, obrigada por ser o escriba dessa nova história que vem se fazendo de forma poética.
    Marisa.

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente uma delícia, energia gostosa, tanta gente tão diferente e tão igual.
    De encher os olhos...
    amei, amei, amei!

    ResponderExcluir
  4. Um nó na garganta, um choro contido, uma alegria que não cabe em mim...em muitos.
    A emoção da ação, do ver acontecer, não se tem explicação, tem que sentir mesmo...com o coração, com a alma.
    A cooperifa é prova de que atos feitos com amor e dedicação, transforma, mostra a que veio.
    Fico feliz em saber que também fiz parte disso.
    "Dizem que pessoas quando se juntam, algo tem em comum. Que orgulho danado que sinto agora. Saber que tenho algo em comum, com todos vocês que fazem parte disso tudo. Algo em comum com pessoas que tanto admiro."
    É isso mesmo....
    Cooperifa...
    Viviane

    ResponderExcluir
  5. Salve guerreiro.
    Não deu pro bonde da brasilândia chegar na celebração, mas como sempre nóis tamu acompanhando tudo, mesmo que de longe e esse ano na nossa festa de dois anos com certeza nóis vamu repetir a ação do ano passado que foi lançar o poesia no céu da brasilândia a exemplo da cooperifa, parabéns pela caminhada.
    Axé pra nóis.
    Vagner Souza

    ResponderExcluir
  6. Wagner,

    o fortalecimento da Brasa é muito importante pra Cooperifa, pra todos nós. à luta guerreiro!

    ab.

    sergio vaz

    ResponderExcluir
  7. É de emocionar, os olhos encheram de lágrimas o coração sorriu, a ALMA se renovou ao ler,ver e sentir a leveza da poesia no ar. Que iniciativa sensacional!!! Tragam isso para todo o país pois só a literatura e a poesia para salvar uma nação tão desigual.
    PARABÉNS é pouco diante da beleza do evento!
    ESTOU SUPER EMOCIONADA!!

    ResponderExcluir
  8. simplismente mais que demais essa ação em conjunta mais com uma liderança de um loko que veio na mais discreta sutileza e confundio os que se dizem sabios esse és tu "Sérgio Váz"
    mãos ao alto isso aqui é um assalto
    mãos ao alto eu to roubando sua atenção mão ao alto.

    ResponderExcluir
  9. Antonio de Araújo23 de abril de 2010 19:04

    Quem é ele?

    Quem é esse cara que reune o povão
    Num belo encontro de encanto e alegria?
    Alma de Menino tem esse bonachão,
    Grande guerreiro da poesia.

    Quem é ele?

    Que reúne poetas, admiradores,
    Jovens, adultos e crianças
    para prestigiar “A poesia no ar”
    num clima de descontração e esperança!
    Momento de reflexão e atenção
    Descontração, inspiração e declamação...
    É Sarau a céu aberto
    em plena noite de luar
    e gente de todo lugar...

    É a esperança nascida de novo
    É a esperança fortalecida
    No seio da periferia
    No coração do povo...
    Povo sofrido, povo querido
    Povo de fé, dos guetos, das favelas,
    Dos morros e vielas...

    soltando seus ais, seus protestos
    são gotas de felicidades
    que sobem aos céus em forma de orações
    conduzidos por balões...
    espalhando por toda cidade
    para atingir a muitos corações.

    Que é ele?

    Ele é do bem...é da paz,
    Menino homem, sorriso fácil
    Arquiteto das letras...inteligente
    Ele é a cara dessa gente
    Ele é gente que faz...
    Ele simplesmente é

    Sérgio Vaz,

    que tenho a honra de parabenizá-lo por suas iniciativas culturais!

    A você grande guerreiro o meu forte abraço
    Acompanhado de votos de muita energia e paz
    E que você continue sempre firmeza, realizando seus projetos, conduzindo e transmitindo sua poesia. Houvesse mais poesias se espalhando aos cantos da cidade, com certeza não haveria espaço para tanta violência e desamor em nossa sociedade.
    Parabenizo por proporcionar esses maravilhosos encontros da COOPERIFA e tantas outras iniciativas!!

    Finalizo deixando um abraço especial a todos os poetas, admiradores e toda a comunidade envolvida nesse movimento.

    Saúde e paz a todos!

    Abraços do poeta da periferia de Osasco...

    Antonio de Araújo
    (antonio_araujo499@hotmail.com)

    ResponderExcluir