domingo, 30 de setembro de 2012

SEGUNDA-FEIRA É DIA DE CINEMA NA LAJE





CINEMA NA LAJE EXIBE O FILME "MARIGHELLA"

Cinema na laje é um espaço criado pela COOPERIFA e que acontece quinzenalmente às segundas-feiras para exibições de documentários e filmes alternativos de todas as partes do Brasil e do mundo, exibidos gratuitamente para a comunidade. Também criado principalmente para dar luz ao cinema produzido pelos jovensda região, e levar cidadania através da sétima arte.
O cinema Paradiso da periferia também conta com um lanterninha vestido a caráter para dar um charme especial no projeto.


A Entrada é franca. A Pipoca é grátis. E a lua sincera.

CINEMA NA LAJE 

APRESENTA:

MARIGHELLA
Um filme de Isa Ferraz 

*Carlos Marighella foi o maior inimigo da da ditadura militar no Brasil. Este líder comunista e parlamentar foi preso e torturado e tornou-se famoso por ter redigido o manuel do guerrilheiro urbano.

Após exibição um bate-papo com a diretora do filme

Dia 1 de out (segunda-feira) 20hs


bar do Zé Batidão 
Rua Bartolomeu dos Santos, 797 Jd Guarujá 
Periferia - SP




aniversário do encontro rap



clique no cartaz para ver a programação


sábado, 29 de setembro de 2012


ANTES QUE SEJA TARDE - SERGIO VAZ

Se não fosse tão covarde acho que o mundo seria um lugar melhor pra viver.
 
Não que o mundo dependa só de mim para ser melhor, mas se o medo não fosse constante ajudaria as milhares de pessoas que agem pelo mundo como centelhas tentando criar uma labareda que incendiasse de entusiasmo a humanidade. Mas o que vejo refletido no espelho é um homem abatido diante das
 atrocidades que afetam as pessoas menos favorecidas.
Porque se tivesse coragem não aceitaria as crianças passarem fome, frio e abandono nas calçadas, essas que parecem fantasmas, nos assustam nos semáforos com armas na mão, nos pedem esmolas amontoadas em escolas que não ensinam, e por mais que elas chorem, somos imunes a essas lágrimas.
Você acha que se realmente tivesse coragem aceitaria uma pessoa subjugar a outra apenas pela cor da sua pele? Do seu cabelo? Um poema é quase nada disso tudo.
Sou um covarde diante da violência contra a mulher, da violência do homem contra o homem que só no Brasil são 50000 deles arrancados à bala do nosso pacífico planeta. Que dizer da violência contra os homossexuais que são apedrejados nas calçadas das avenida elegantes?
E se tivesse mais fé na minha humanidade de maneira alguma aceitaria que um Deus fosse melhor que o outro, mas sou tão covarde que nem religião tenho, e minhas mãos que não rezam, já que estão abertas, poderiam ajudar a construir um templo onde caberiam todas elas, mas eu que não tenho fé nem em mim mesmo sou incapaz de produzir esse milagre. De repartir o pão.
E porque os índios estão tão longe da minha aldeia e suas flechas não atingem meus olhos nem meu coração, não me importo que lhe tirem suas terras, sua alma, seus rios, e analfabeto de solidariedade não sei ler sinais de fumaça, eles fazendo guerra eu fumando o cachimbo da paz. Se tivesse um nome indígena seria cachorro medroso.
Se fosse o tal ser humano forte que alardeio por aí, não concordaria em aceitar famílias inteiras sem onde morar, vagando em busca de terra, ou morando em barracos de madeiras indignas pendurada nos morros, ou na beira de córregos. Não nasci na favela, mas ,eu coração é de madeira, fraco.
A lei condena um homem comum que rouba outro homem comum e o enterra na masmorra moderna, mas nada faz contra aquele político corruto que rouba milhares de pessoas apenas com uma caneta, ou duas, e que de quatro em quatro anos a gente aperta-lhes a mão, quando na verdade devíamos cuspir-lhes na cara. E eu como um juiz sem martelo não faço nada além de condená-lo ao meu não voto. É pouco, já que sei onde eles se entocam. A lei é cega, mas acho que lhe fizeram transplante de órgãos numa dessas votações secretas.
Assisto a falência da educação e o massacre contra os professores e sei que muitas vezes o resultado de ensino de qualidade mínima é presídio de segurança máxima, fico em silêncio quando a multidão desinformada pede redução da maioridade penal, porém, mal ela sabe que se não educarmos nossas crianças vão ter que prendê-las com 16 anos, depois 14, depois 12, depois, não teremos mais crianças nas ruas. E elas, as ruas, serão tão seguras que a gente vai sentir falta das crianças. Época em que os brinquedos serão visitados nos museus.
Estão cortando as árvores e aceito a cara-de-pau dos donos das serras elétricas e sei que o machado está nas minhas mãos. Depois fico abraçando o lago poluído quando na verdade deveria estar mergulhado nele, assim como os peixes mortos.
Pagos os meus impostos e sei que eles não fazem nada com eles, ainda assim faço propaganda da minha consciência tranquila. Desconfio que é essa tal consciência tranquila que está acabando com o mundo.
Calado assisto a falsa democracia deste país ilegal, sem alvará de funcionamento e sem licença pra ser pátria, e me emociono com o hino nacional cantado antes do jogo da seleção canarinho.
Perdoe-me por apenas ser poeta, e ter apenas poemas como arma, ainda que ninguém me diga, sei que isso é muito pouco, quase nada. O sangue que pulsa na veia tinha que estar nos olhos.
O Mundo gosta das pessoas neutras, mas só respeita as que tem atitude. Se não posso mudar o mundo deveria a mudar a mim mesmo.
Acho que é isso que vou fazer agora.
Antes que seja tarde.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

SÁBADO TEM SARAU DA COOPERIFA NO JABAQUARA








LITERATURA PERIFÉRICA PROJETO VEIA E VENTANIA


APRESENTA





SARAU DA COOPERIFA




Sábado 29 setembro 15hs

Poesia das ruas


Local: Biblioteca Paulo Duarte

Rua Arsênio Tavolieri, 45 Jabaquara

(poento final metrô Jabaquara/ Hospital Sabóia

São Paulo - SP

fone: 50117445

grátis





quarta-feira, 26 de setembro de 2012

HOJE É DIA DE SARAU DA COOPERIFA







SARAU DA COOPERIFA - ANO XI

Poesia das ruas

Hoje 20h45

Bar do Zé Batidão
Rua Bartolomeu dos Santos, 797 Jd. Guarujá
Periferia - SP





CINEMA NA LAJE EXIBE "MARIGHELLA" NESTA SEGUNDA - FEIRA

CONVOCAÇÃO GERAL AOS GUERREIROS E GUERREIRAS DE SÃO PAULO

clique no cartaz



segunda-feira, 24 de setembro de 2012

CINEMA NA LAJE EXIBE O DOCUMENTÁRIO MARIGHELLA


DIA 1º DE OUTUBRO



CINEMA NA LAJE

Exibe

MARIGHELLA

Após a exibição do filme do documentário bate-papo com a diretora ISA FERRAZ

dia 1 de out  20hs

*Carlos Marighella foi o maior inimigo da da ditadura militar no Brasil. Este líder comunista e parlamentar foi preso e torturado e tornou-se famoso por ter redigido o manuel do guerrilheiro urbano.

Laje do Zé Batidão
Rua Bartolomeu dos Santos, 797  Jd. Guarujá
Periferia - SP







sexta-feira, 21 de setembro de 2012

ANIVERSÁRIO DO ENCONTRO RAP



clique no cartaz para ver a programação completa


SARAU RAP QUEBRA TUDO NA NOITE DE QUINTA-FEIRA!

POESIA E ATITUDE



Povo lindo, povo inteligente,

o Sarau RAP desta quinta-feira quebrou tudo nesta quinta-feira. Como diria nós mesmos: sucesso de público e de crítica. (Rsrsrs)
O Sarau RAP é uma parceria com a Secretaria municipal de cultura e o Centro Cultural São Paulo, onde acontece o evento, toda, ou quase toda última quinta-feira do mês.
Nesta 3ª edição tivemos a presença de vários poetas/rappers e pockets shos com Di Quintal, Slim Rimografia, Thiago Beats e DJ Zeca na pick ups.
A quinta já prometia, pois era noite do VMB e o rap já estaria sendo representado, mas ficamos apreensivos se o público ia chegar. E não é que chegou! E chegou aos montes. De todos os lugares. Da hora.

É isso. Poesia e atitude.

Outubro tem mais.

Sergio Vaz
















quinta-feira, 20 de setembro de 2012

HOJE É DIA DE SARAU RAP



Sarau RAP

Poesia as ruas

Apresentação SERGIO VAZ


Microfone aberto aos Rimadores e rimadoras para recitarem suas poesias

*Pocket show com o Di Quintal, Slim Rimografia e Thiago Beats

Discotecagem DJ ZECA

DIA 20 set quinta-feira 20H30

O Sarau RAP é um sarau dirigido a rimadores e rimadoras do Rap. um espaço para o exercício da criação poética e da oralidade.
Sem música, MCs declamarão suas letras, compartilhando talento literário.
o Sarau do Rap é realizado em parceria com Secretaria Municipal de Cultura
e acontece toda última quinta-feira do mês.
Neste novo formato além do microfone aberto para os poetas todo evento contará com uma pequena apresentação musical, um grupo novo e uma já rodado no cenário do RAP dividirão o palco para encerrar o Sarau.

Rap é ritmo e poesia (rythman and poetry).

Local Centro Cultural São Paulo (PraçaMario Chamie)
Rua Vergueiro, 1000 Estação Vergueiro do Metrô.
São Paulo - SP
Grátis.
Assessoria de Imprensa: 33974063 / 4064

*retirar ingressos com uma hora de antecedência

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

ESCRITOR MIA COUTO NO ANIVERSÁRIO DA COOPERIFA


AGENDE-SE!

escritor moçambicano Mia Couto


ANIVERSÁRIO DE 11 ANOS DA COOPERIFA

Bate-papo com Mia couto


Dia 11 de nov 19h


Bar do Zé Batidão



HOJE É DIA DE SARAU DA COOPERIFA



SARAU DA COOPERIFA - ANO 11

Poesia das ruas

Hoje 20h45


Bar do Zé Batidão
Rua Bartolomeu dos Santos, 797 Jd. Guarujá
Periferia - SP


terça-feira, 18 de setembro de 2012

CONCURSO O MILAGRE DA POESIA

GANHE LIVROS E CAMISETAS DA COOPERIFA



Tá sem nada pra fazer?

Ouça o Clipe do poema "O Milagre da poesia" do livro Colecionador de pedras e deixe uma mensagem nos comentários dizendo o que é "o Milagre da poesia" pra você.
Ou uma frase, um poema sobre o tema.
Só vale um comentário por pessoa.
As três mais bacanas vão ganhar livros "Colecionador de pedras, Literatura, pão e poesia ou camiseta da Cooperifa.

Sorteio dia 21 de setembro.

É isso. É só ouvir o clipe e comentar.

Sergio Vaz



Sorteio 21 de setembro
http://youtu.be/31quVNlsSNY

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

QUINTA-FEIRA É DIA DE SARAU RAP



Sarau RAP

Poesia as ruas

Apresentação SERGIO VAZ


Microfone aberto aos Rimadores e rimadoras para recitarem suas poesias

*Pocket show com o Di Quintal, Slim Rimografia e Thiago Beats

Discotecagem DJ ZECA

DIA 20 set quinta-feira 20H30

O Sarau RAP é um sarau dirigido a rimadores e rimadoras do Rap. um espaço para o exercício da criação poética e da oralidade.
Sem música, MCs declamarão suas letras, compartilhando talento literário.
o Sarau do Rap é realizado em parceria com Secretaria Municipal de Cultura
e acontece toda última quinta-feira do mês.
Neste novo formato além do microfone aberto para os poetas todo evento contará com uma pequena apresentação musical, um grupo novo e uma já rodado no cenário do RAP dividirão o palco para encerrar o Sarau.

Rap é ritmo e poesia (rythman and poetry).

Local Centro Cultural São Paulo (PraçaMario Chamie)
Rua Vergueiro, 1000 Estação Vergueiro do Metrô.
São Paulo - SP
Grátis.
Assessoria de Imprensa: 33974063 / 4064

*retirar ingressos com uma hora de antecedência


domingo, 16 de setembro de 2012

SARAU DA COOPERIFA NA OCUPAÇÃO MAUÁ


fotos: viviane de paula
Povo lindo, povo inteligente,

neste sábado aconteceu o Sarau da Cooperifa na Ocupação Mauá, que fica no centro de São Paulo, pertinho da Estação da Luz. No sarau também rolou uma distribuição de livros infantis.
Só vocês vendo, puta alegria ver a molecada descendo dos prédios pra vir buscar os livros, e depois todos lendo ali mesmo, no pátio.
Foi um sábado de muita poesia e cidadania.
O bonde da Cooperifa estava em peso e os poetas afiadíssimos para uma tarde poética que vai ficar gravado na nossa história.

É isso. Poesia + atitude = Cooperifa.

Sergio Vaz













quinta-feira, 13 de setembro de 2012

SARAU DA COOPERIFA NA OCUPAÇÃO MAUÁ






SARAU DA COOPERIFA NA OCUPAÇÃO MAUÁ


POESIA DAS RUAS

Distribuição de livros infantis


Dia 15 sábado 15hs


Rua Mauá, 340 Centro

São Paulo - SP

APOIO: REVISTA FÓRUM

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

CURITIBA É DA HORA




Povo lindo, povo inteligente,

ontem participei de uma bate-papo na semana literária de Curitiba com lançamento do livro Literatura, pão e poesia. Foi um dos bate-papos mais interessantes que participei nesses últimos tempos, Rogério que mediou a mesa fez uma condução onde a palavra era literatura, poesia e Cooperifa. Ainda dei uma canja lendo uns poemas.
Na platéia um público generosa e cheio de perguntas afiadas e polêmicas. da hora. Gostei muito.
O lançamento do Livro Literatura, pão e poesia foi bem obrigado.
Feliz em saber que minha poesia bate forte em Curitiba, que a Cooperifa, os coletivos, enfim, toda essa cena da periferia de São Paulo reverbera pelos quatros cantos do país.
Ainda tomei umas beras (cervejas) num bar Ulcraniano e depois fui num Sarau Wonka, mais poesia.
É isso. poesia sempre.

sergio vaz








segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Ideologia






Ideologia e frustação são coisas diferentes. 
Frustação é quando alguém consegue aquilo que queria, depois deixa de lado a ideologia. 
Ideologia é lutar para que todos consigam oportunidades iguais, e para que isso aconteça, deixa de lado justamente a frustação.

sergio vaz

domingo, 9 de setembro de 2012

SARAU DA COOPERIFA NA OCUPAÇÃO MAUÁ







SARAU DA COOPERIFA NA OCUPAÇÃO MAUÁ

POESIA DAS RUAS

Distribuição de livros infantis


Dia 15 de set 15hs

Centro - SP









SARAU RAP






sábado, 8 de setembro de 2012

LITERATURA, PÃO E POESIA EM CURITIBA





LANÇAMENTO DO LIVRO LITERATURA, PÃO E POESIA EM CURITIBA

SEMANA LITERÁRIA & feira do livro do SESC - 31ª Edição


Palestra com Sergio Vaz - mediação Rogério Pereira

Lançamento do livro "Literatura, pão e poesia"

Dia 11 de set (terça-feira) 19h30

Local: Praça Santos Andrade - Centro
Curitiba - PR 

Amor



Não odeie aquilo que não tem ou é.
Ódio e inveja são irmãos gêmeos, difícil distingui-los.
Valorize e Lute por aquilo que você quer e acredita.
O tempo ensina
que paixão e ódio tem prazo de validade,
e o que era motivo de tanto ódio,
nem era tão importante assim.
Nem era ódio
era carência de amor.

Sergio Vaz

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Tapetes humanos




As calçadas duras e frias da da cidade é coberta por um tapete estranho. 
Nós pisamos, mas não vemos: gente.

Sergio Vaz

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

IGUALDADE






Dizem que quando a gente morre, 
vai todo mundo para o mesmo lugar...
Devia ser quando nasce.

Sergio Vaz

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

HOJE É DIA DE SARAU DA COOPERIFA




SARAU DA COOPERIFA - 11 ANOS

Poesia das ruas

Hoje  20h45


Bar do Zé Batidão
Rua bartolomeu dos Santos, 797  Jd. Guarujá
Periferia - SP